Cuiabá será a primeira cidade da América do Sul a receber uma unidade do Hospitais Shriners, uma entidade filantrópica para portadores de doenças congênitas. O local atenderá crianças e adolescentes de 0 a 18 anos, gratuitamente. Ao todo, são apenas 22 unidades no mundo. Enquanto o prédio não fica pronto, cirurgias já estão sendo feitas pelos profissionais contratados.

“A ideia é construirmos o primeiro da América do Sul. São 22 hospitais no mundo, destinado a crianças e adolescentes de 0 a 18 anos. Eles são especiais para portadores de doenças congênitas na área de ortopedia, sendo a palatina (abertura ou fendas no céu da boca) e lábio leporino (fissura labial). Além disto, a unidade também atenderá queimados”, explica ao Olhar Direto o novo potentado do Hikmat Shriners, Wesson Pinheiro.

Segundo Wesson, os maçons shriners do Brasil tem como missão maior o projeto de construção deste hospital em Cuiabá: “Queremos atender todas as crianças da América do Sul aqui. Independente de credo, cor ou condição social. Todos os atendimentos serão feitos de forma gratuita. O hospital é de excelência em suas especialidades e considerado um dos melhores do mundo”.

Além de ser referência nas cirurgias, o Hospital Shriners também está ligado a instituições de pesquisas de ponta, como a Universidade de Harvard, nos Estados Unidos da América (EUA). A construção deve acontecer nos dois próximos anos. Porém, o primeiro passo em direção a isto é a edificação de uma clínica que já faria o trabalho ambulatorial inicialmente.

“Estamos em parceria com todos os hospitais de Cuiabá, especialmente o Santa Helena. Eles disponibilizaram seus centros cirúrgicos para que nossos profissionais já realizem cirurgias. Algumas já foram feitas. Os médicos foram treinados nos Estados Unidos e estão mais que aptos a realizar as cirurgias reparadoras por aqui. As crianças que não tem condição de realizar os procedimentos aqui estão sendo encaminhadas para as unidades nos EUA”, comenta Wesson, que toma posse como potentado nesta sexta-feira (11).

O hospital

O primeiro paciente a ser atendido pelo hospital em 1922 foi uma menina com um pé torto, que tinha aprendido a andar com a parte de cima do seu pé em vez de com a sola. Depois disto, através da previdência notável, comprometimento e habilidade em arrecadar fundos da Shriners, quase um milhão de crianças foram tratadas em um dos 22 Hospitais Shriners para Crianças nos Estados Unidos, Canadá e México.

A ideia de estabelecer hospitais para crianças foi trazida para a associação em 1919 por Freeland Kendrick (P.I.P., Lu Lu Shriners, Filadélfia), após sua visita a um Rito Escocês em um hospital para crianças deficientes em Atlanta. Com esta visita, Kendrick ficou convencido da necessidade premente de cuidar de crianças com desordens ortopédicas. Durante seu mandato como Potentado Imperial entre 1919 e 1920, Kendrick viajou mais de 240 mil quilômetros, visitando a maioria dos 146 templos Shrine e fazendo campanha para uma filantropia oficial a ser estabelecida.

 

Fonte: http://www.olhardireto.com.br/noticias/exibir.asp?id=417010&noticia=hospital-filantropico-construido-em-cuiaba-sera-o-primeiro-da-america-do-sul

Tags:
0 Comentários

Envie uma Resposta

CONTATE-NOS

Nós não estamos por perto agora. Mas você pode nos enviar um e-mail e nós vamos voltar para você, o mais cedo possível.

Enviando

©2019 - www.irmaosdaordem.com.br | Um projeto da BySeptember.com

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?